Lafaiete poderá ter CPI da Covid

Depois da aprovação da CPI do transporte coletivo, o prefeito Mário Marcus pode ter de enfrentar outro desafio. Isso porque nos próximos dias pode ser criada a CPI da Covid-19.

Em Lafaiete, até o boletim epidemiológico deste domingo (02/05), 10.176 (dez mil cento e setenta e seis) pessoas contraíram a doença, dessas 181 morreram e 9.646 (nove mil seiscentos e quarenta e seis) pessoas se recuperaram. O município passou diversos dias com 100% de ocupação dos leitos de UTI, a taxa diminuiu nas últimas horas, mas ainda preocupa: 96,30%.

Morosidade

Há crítica por parte dos lafaietenses sobre a morosidade na vacinação da população. Segundo os dados publicados até hoje no site oficial do município, a cidade recebeu 20.949 unidades da vacina para a aplicação da primeira dose e foram utilizadas 18.694. Para a segunda dose, foram recebidas 13.684 unidades do imunizante, dessas 12.468 foram aplicadas. Os dados foram atualizados em 27/04/2021 às 17:45 horasClique aqui e veja mais informações.

Verbas

Segundo informações divulgadas pela Prefeitura, até o momento a cidade recebeu R$ 26.367.867,69 (vinte e seis milhões, trezentos e sessenta e sete mil, oitocentos e sessenta e sete reais e sessenta e nove centavos) para o combate à Covid-19. Foram utilizados até agora R$ 17.749.550,67 (dezessete milhões, setecentos e quarenta e sete mil, quinhentos e cinco reais e sessenta e sete centavos). Ou seja, a cidade mantém um saldo de R$ 8.618.317,02 (oito milhões, seiscentos e dezoito mil, trezentos e dezessete e dois centavos) em caixa. As informações completas sobre o repasse podem ser encontradas aqui (a última atualização é do dia 02/04).  Clique aqui e veja os dados fornecidos ao Conselho Municipal de Saúde

CPI

Um movimento em busca de assinaturas para aprovação da CPI da Covidjá está ocorrendo.

Entre outros, vereadores estariam em busca de esclarecimentos sobre as ações municipais para combater o Coranavírus. Entre as possíveis irregularidades o Poder Legislativo estaria em busca de apuração de supostos pagamento de servidores municipais que atuam na área da saúde acima do teto municipal, plano de vacinação, critério de prioridade, ausência de transparência e regularidade no cumprimento dos planos.

Transparência

Há alguns meses vereadores de Conselheiro Lafaiete cobram da Prefeitura mais informações sobre a vacinação contra a Covid-19 na cidade. Em sessão realizada do dia 09/03, membros do Legislativo discutiram o assunto a partir da proposta de um requerimento do vereador Oswaldo Barbosa (PP).

O requerimento pedia esclarecimentos sobre a existência, ou não, de uma campanha de divulgação de informações sobre a segurança e eficácia da vacina, grupos prioritários para vacinação, quantitativo de doses e insumos recebidos, placar do vacinômetro, população a ser vacinada, número de doses aplicadas, quantitativo de salas de vacinação e profissionais de saúdes aptos para o trabalho, cronograma ou previsão de vacinação e projeção dos locais onde será aplicada a imunização.

Na ocasião, a vereadora Damires Rinarlly (PV) reiterou a importância de se obter as informações sobre a campanha em Lafaiete: “A gente está sem, informação em relação a vacinas, a gente está sem informação de onde estão vacinando e até de como estão vacinando”. A vereadora ainda afirmou que chegou até ela a informação de que houve vacinação sem que o profissional responsável mostrasse o frasco a quem seria imunizado, o que descumpriria o protocolo.

O vereador Vado Silva (DC) também já tinha entrado anteriormente com um requerimento, com o mesmo objetivo.

Fonte: Fato Real

Comentários

PortalLafaiete.com.br Política de Comentários

Use e abuse do espaço, mas lembre-se de todas as regras antes de participar!

Por favor leia nossa política de comentários antes de comentar.

Participe da discussão...